1

Poeta: Paulo Alexandre Henriques (Apresentação)

Nas palavras de Paulo Alexandre Henriques…

“Quem sou eu?

 

Ora, eu não sou mais que eu próprio mas tento ser. Antes de mais, sou o Paulo Alexandre Henriques, tenho 19 anos completados em 10/Fevereiro e resido em Torres Novas. Nasci em Almeirim mas cedo fui adoptado, quer dizer, com 6 anos.

Defino-me com alguém lutador mas que se vai muitas vezes abaixo. Nem sempre sei lidar comigo próprio. As emoções são o meu ponto fraco. Sou muito entregue ao amor e às paisagens que me rodeiam. Consigo ver palavras novas em tudo o que posso para que os meus poemas sejam o mais “escondidos” possível.

A minha primeira paixão nem foi a poesia apesar de estar sempre presente. Venerava Atletismo e cheguei mesmo a ser campeão nacional de salto em comprimento. Para além disso pertenci ao movimento escutista da CNE e ainda pratiquei mais alguns desportos. Frequentei também o Curso de Inglês numa escola de Línguas.

No Futuro quero poder viajar pelo mundo, conhecer muita mais do que conheço e levar a pessoa que mais gosto para qualquer lado. Não gosto de estar no mesmo sítio. Começo a entrar num estado depressivo que não me fascina de todo. Tenho sempre de arranjar uma nova ocupação.”

“Como surgiu a poesia na minha vida?

A Poesia em si foi uma revolução nos meus dias. Nem sei, comecei por umas simples quadras dentro de uma sala de aula. Isto porquê? Tive um colega de turma que gostava de uma rapariga da nossa turma e eu achei piada, tanto que comecei a explorar uns versos e a dar-lhe para que ele desse á tal pessoa.

Com este pequeno á parte, demorei ainda muito tempo a saber descobrir este grande talento que eu tenho. O talento hoje em dia para muitos é música, ou desporto ou pintura. A Poesia é algo que também pinta, que também tem cor, que viaja, que corre, que se declama, fala e canta. A Poesia é a minha melhor amiga, completamente.

Hoje em dia, penso que não vivo sem escrever, sem relatar os meus pensamentos e sem me exprimir. Eu gosto de viajar mas há coisas impossíveis neste momento. A escrita viaja por mim. Mas acho isso constrangedor.

Mesmo assim, muitas pessoas de vários países estão fascinados com a minha personagem no que escrevo, Dizem mesmo que sou especial e eu não penso muito assim mas todos me obrigam a pensar que sou. Começo a acreditar que sim.

O que mais quero na vida é saber amar, saber escrever, saber viver e ter força para acordar.”

 

Contactos do autor:

e-mail: pheloz.tncity@gmail.com

Página do facebook: http://www.facebook.com/PoetaPauloAlexandreHenriques

Canal do youtube: http://www.youtube.com/channel/UCSmo2B9jpfHBcxdQZgMs94g?feature=mhee

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s