Poesias

“Avô conta-me uma história” de Rorário Palma

Avô conta-me uma história.

Daquelas que contavas ao meu pai
até ele adormecer.

Uma história como só tu sabes
contar com essa tua voz doce.

Gosto de te ouvir enquanto me
afagas o cabelo.

Os meus pais estão demasiado
ocupados para me contarem uma história.

Tu tens sempre tempo, tu
consegues sempre um bocadinho para mim.

Nunca me dizes que não ou que
tens pressa.

Conta-me uma história daquelas
que já não se contam.

Daquelas que me dão paz e me
fazem adormecer no teu colo.

Avô, nunca deixes de ter tempo
para me contar as tuas histórias.

Nem sabes como é bom ouvi-las.

Porque é que os avós têm sempre
tempo e os pais não?

Afinal, tu também tens o teu
trabalho, mas tens sempre tempo para mim.

Será que os pais já esqueceram as
tuas histórias? Já não se lembram delas para me contar?

E tu, embora velhinho, ainda te
lembras de todas.

Hoje vou adormecer nos teus
braços com as tuas carícias nos meus cabelos como fazes sempre.

Sabe tão bem!

Hoje vou dormir melhor e ter
sonhos lindos, as tuas histórias são mágicas e acalmam-me.

Avô, nunca esqueças as tuas
histórias, eu preciso delas.

By Rosário Palma

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s