Entrevistas

Entrevista com Olga Alves

A entrevista deste mês é com a jovem autora, Olga Alves.
Esta conta-nos como chegou ao Em Jeito de Escrita e revela ainda que o que gosta de escrever, devido “à necessidade de repor a verdade”.
Leia a entrevista e fique a saber mais.

Nome: Olga Maria Serra Alves
Idade: 21
Localidade: Portalegre
Livros Preferidos: Venenos de Deus, Remédios do Diabo (Mia Couto); A Alma Trocada (Rosa Lobato Faria); Antes de Ser Feliz (Patrícia Reis); Viver Todos os Dias Cansa (Pedro Paixão); O evangelho Segundo Jesus Cristo (José Saramago); Alice no País das Maravilhas (Lewis Carroll); Enfim!… É impossível ditar um preferido porque todos os dias me vêm diferentes à cabeça.
Música preferida: hurricane – thirty seconds to mars
Filme preferido: million dollar baby
Hobbies: Desporto

Citação de eleição: “Não se perdeu nenhuma coisa em mim.
Continuam as noites e os poentes
Que escorreram na casa e no jardim,
Continuam as vozes diferentes
Que intactas no meu ser estão suspensas.
Trago o terror e trago a claridade,
E através de todas as presenças
Caminho para a única unidade” – Sophia de Mello Breyner Andresen

Citação preferida da sua autoria: “O pensamento continuava lá e iluminava a casa, o quarto, os livros, os poemas que tinha gravado na porta, a rua, o passeio, o gosto do café, a água, os amigos, os olhos”.

Poetas preferidos: Só através de Sophia de Mello Breyner Andresen é que chego aos outros.

Em Jeito de Escrita: Como chegou até ao Em Jeito de Escrita?
Olga Alves: A própria autora do blogue encontrou-me num passatempo de escrita e a conversa surgiu logo.

EJE: Como surgiu o gosto pela escrita?
O.A.: Não sinto que tenha surgido em mim o gosto pela escrita. Surge sempre sim o gosto pela leitura e uma coisa acaba sempre por levar à outra, felizmente.

EJE: A sua escrita funciona como desabafo de situações/sentimentos reais, ou é apenas gosto em compor uma história?
O.A.: Talvez seja mesmo por situações que enfrento no dia-a-dia. Os sentimentos serem reais aí já é outra história porque acabo sempre por distorcê-los.

EJE: Do que é que mais gosta de escrever?
O.A. Pode parecer estúpido mas gosto mais de escrever quando leio muito disparate junto. Tenho depois a necessidade de repor a verdade e mesmo que ninguém leia fico contente e continuo a vidinha.

EJE: Gostaria de editar um livro?
O.A.: Até não. Há tantos livros bons que nunca irei ter tempo suficiente para ler que escrever um é já perder uma oportunidade de ler outro. Só um dia mais tarde, quem sabe, tenha algo verdadeiramente urgente a acrescentar.

EJE: Qual a sua actual opinião relativamente ao blog Em Jeito de Escrita?
O.A. É o meu blogue de eleição! Tiro o chapéu à Susana! É genial.

Entrevista realizada por: Daniela Henriques

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s