1

“Outono” de Nuno Quintela

O Outono esta a espreitar,
Árvores parecem já chorar,
Folhas em formato de lágrimas,
Não há como as parar…

Ventos começam a soprar,
Ate parece que as lágrimas vão enxaguar,
Sem parar,
Ate nada restar…

Oh mãe natureza,
Até os braços lhes chegam a cortar,
Sem dó nem piedade,
Começam a aglutinar…

Para com esta mutilação,
Deixa-as tocar,
E num abraçar,
Iremos vê-las esverdear…

by Nuno Quintela

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s