1

“Olá, o que há de novo?” de Olga Alves

Dá vontade de agarrar-te e sem saber como tirar-te essa expressão de esgar da cara. Ou não olhar, não olhar para ti, não olhar. E ainda ironizar-te, não te levar a sério e contornar as tuas palavras. Aprendi a viver contigo na minha mente, como se fosse um quebranto que me fizera. Consigo já meter outros à tua frente, quere-los mais que a ti. (Consegues fazer o mesmo?) E vejo-te como uma ilusão, uma mentira, algo que apenas criei, que não tem vida. De lado, estás assim em mim, ainda que estejas, estás de lado. O erro há-de estar sempre em mim, em mim paira a culpa, em mim esse estigma que de ti nunca me vou conseguir libertar, mas em ti está o pior, o conformismo, e por isso, amor, amor por isso, não me culpes.

E adeus, fica aí ao lado.

By Olga Alves 

One thought on ““Olá, o que há de novo?” de Olga Alves

  1. Um sentimento que descreve algo que, de uma forma ou de outra, quase todos sentimos. Algo ou alguém nos marca duma forma incontornavel.Tentamos ultrapassar isso mas é mais forte que nós. Parece que nos persegue para o resto da vida. Tentamos, no fundo iludir-nos, querendo entregar-nos a outro alguém que nos faça esquecer mas, não há como. É no, fundo uma realidade em jeito de escrita. Gostei e revi-me. Parabéns.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s