1

“Culpa” de Nuno Quintela

A saga continua,
Alguém me culpa,
Como um policia que te multa,
Por atravessares a rua fora da passadeira…

Injúria,
Mal dizer,
Percorrem as minhas costas,
Na minha cara ficavam mais expostas… (não achas?)

Começo a ficar farto,
De criares um retrato,
Com esse horrível bafo,
Cheio de argumentos inválidos…

Onde estão os teus valores,
Aqueles que pregavas á boca cheia,
Perderam-se na teia…
É pena porque eu até te tinha na veia…

Rotulado assim sigo,
Sem conseguir ficar acostumado,
Subtilmente acordado,
Transporto este fardo…

by Nuno Quintela

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s