1

“As Saudades” de Ricardo Sousa

A saudade aperta mas já não sai

Olho sempre para o céu, quando a noite cai

Na esperança que o céu estrelado

Por meros segundos, te coloque a meu lado

Mas a lua recusa o meu pedido

E logo eu choro pelo sucedido

A lágrima percorre a minha cara, morrendo no chão

Eu não morro, mas fico na exaustão

Pela ausência do teu carinho

E por hoje, estar sozinho

Eras a essência da minha filosofia

E a razão para toda a minha alegria

O teu toque ainda esta presente

Mas a tua partida, deixa a minha alma carente

Tudo o que eu sinto transmito a chorar

Mas tudo o que peço, é que Deus te deixe voltar

Foste a razão do meu sorriso

E o único transporte, que me levou ao paraíso

Estamos distantes fisicamente

Mas unidos psiquicamente

A minha vida é um livro aberto

E nele tem a pagina, com o desejo de te ter por perto

Farei da distância um problema

Para de ti fazer título deste poema

by Ricardo Sousa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s