1

“Acto Sem Retorno” de Rosário Palma

Em ar de confusão
À proposta que recebeu
Hesitando, disse que não
Mas por necessidade, cedeu.

Pegou no telefone e ligou
Confirmou essa proposta
Dorida, por dentro ficou
Não podendo voltar atrás na resposta.

Marcou um encontro em segredo
Combinou o pagamento
E quase como se fosse a medo
Massacrou seu pensamento.

Entregou-se a quem não conhecia
Que desfrutou dela como fosse sua
Ela permaneceu imóvel e fria
Apenas sentia de si nojo, ódio, exposta e nua.

Vendeu o seu corpo por um milhar
Rendendo-se, assim, já nada negou
De quem já desesperada chega a se humilhar
Por já nada ter e porque já nada mudou.

Mas a culpa tomou conta dela sem parar
E o sentimento sujo que carregou
Tomou tantos banhos para se lavar
Da degradação por que passou.

Vem-lhe à memória aquela expressão
Que jamais conseguiu esquecer
De alguém, que em tal sofreguidão
Tirou do seu corpo tanto gozo e prazer.

Ela, apenas sente agonia
Arrependimento de não poder atrás voltar
Antes ela sempre sorria
Ela agora só consegue chorar.

by Rosário Palma

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s