1

“…Mentiras…NÃO…” de Moreira



 

Mentiras, tudo foram mentiras,

Omissões da verdade,

Aos poucos retiras,

Toda a consideração que depositei sem ver a realidade.

 

Porquê que proferiste?

Porquê que levas-te avante?

Se no fim apenas feriste,

O que eu tinha de mais importante.

 

Tudo palavras bonitas,

Momentos que agora relembro,

Como enganas-te estas vistas,

Encobriste o melhor de mim, o bater do meu “membro”.

 

Nunca pedi a fantasia,

Nunca pedi a perfeição,

Mas cheguei ao fim da falésia,

Mais um passo…caio…sem ser preciso empurrão.

 

Não merecia tamanha desconsideração,

Eu que sempre pautei pela sinceridade,

Mas tu fizeste sem pedir licença nem perdão,

Destruíste tudo que parecia bom e a verdade.

 

Vives em mundos paralelos,

Duas caras, dois corações,

Para se ser feliz não é preciso atropelos,

Muito menos ferires a confiança com contradições.

 

Cheio de distorções da veracidade,

Cheio de ilusões infundadas,

Isso não trará a ninguém felicidade,

Muito menos a pessoas como eu, acordadas.

 

By Moreira

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s