1

“Falsos sorrisos, meras palavras… o futuro!” de César Alves

 

Como saber que por trás de um sorriso pode estar uma facada pelas costas? Como saber em quem confiar? Como distinguir as palavras verdadeiras, das falsas, quando nos dizem tanto?

Por vezes, “apaixonamos-nos” por meras palavras, que no momento muito nos contam, muitos nos prometem, e tempos depois nos dão a raiva de querer mudar o passado. Não. O passado não muda.

E quando fotografamos sorrisos, falsos sorrisos de alguém que nos diz muito, em quem quase confiámos a vida. Vimos então a descobrir que não passavam de etapas para sermos traídos. Ficamos com a vontade de voltar atrás no tempo e mudar tudo. Não. O tempo não volta atrás.

O passado tem de ser esquecido, porque o passado é isso mesmo. Passou. Porquê ter preocupações com algo que passou? Não voltará a acontecer. O futuro, esse sim, tanto nos diz. Tem tantas coisas boas para nós reservadas, tantos sorrisos, verdadeiros sorrisos! Os nossos, aqueles que damos aos outros. Sem uma ponta de maldade, sorrimos. Procuramos o futuro, esperamos incansavelmente. Tememos por vezes que ele não nos encontre, que voe com o vento, que se esconda para se abrigar da chuva. Mas ele vem sempre. Encontra-nos onde quer que estejamos. Entra na nossa consciência, no nosso coração, enche-nos de alegria. Ou de tristeza. Está ao nosso dispor escolhê-lo. Sorrindo, encontramos o futuro. Mas o futuro, quando vem, acabou de passar. Outro futuro virá..

 

By César Alves

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s