1

“Vida Urbana” uma Crónica de Flávia Flor (Assaife)

(Fonte:annibalebranca.blogspot.com)

De repente me vi refletindo em como as pessoas e a humanidade em geral são movidas por hábitos.

A cultura de um país, de uma empresa, de um indivíduo é constituída por “regras” que se tornam hábitos consolidados e, por muitos, irretocáveis. Estes estabelecem o que é aceito ou não por uma sociedade em decadência.

Durante anos o hábito era homem trabalhar e prover o sustento da família e a mulher cuidar dos filhos e da casa. Hábito mudado com muita “luta” e que, sutilmente ainda perdura em alguns ambientes sociais.

No Brasil a maioria possui o hábito em tomar banho diariamente (o que é muito saudável), porém em outras culturas é percebido como exagero e até desperdício de um bem no caminho da extinção: água doce.

É de fato o hábito é algo bem interessante em se observar. Atualmente fala-se muito em alimentação saudável, prática de exercícios… Alguns aderem rapidamente ao novo hábito, deixando de comer alimentos ditos prejudiciais, aderindo a diversas campanhas pela boa saúde: antitabagismo; corridas; diminuição da obesidade, morte aos doces, sorvetes e tudo que é gostoso… Por outro lado, tem os que não se deixam influenciar e resistem às mudanças de hábitos permanecendo firmes e enraizados nos costumes já ultrapassados, sendo carinhosamente enquadrados na categoria: jurássicos.

Os indivíduos são cruéis, não deixam passar nada despercebido e, começam desde cedo a destilar veneno sob aqueles que não possuem os mesmos hábitos. Parecem extraterrestres que vivem em outra galáxia bem distante, totalmente diferente.

Alguns possuem o hábito de ler, buscam conhecer novas culturas, diferentes hábitos. Pena que em nosso país a maioria não possua este hábito tão saudável. Ainda há o hábito em seguir a moda, o hábito em comprar e ter o que não é necessário: último modelo de celular, último vídeo game, o sapato e a bolsa da novela, e por aí vai…

Não, não pensem que sou contra a tecnologia, o progresso e a moda, não é este o fato. A questão é que a mídia, cada vez mais, tem o poder mágico em nos fazer acreditar que necessitamos de novos hábitos: os hábitos do momento! E, sem nos darmos conta, vamos abandonando velhos hábitos, ainda que nos pareçam perfeitamente funcionais.

Sim, você pode não concordar, é um direito seu, afinal tenho o hábito em expressar o que penso respeitando opiniões divergentes, aliás, este é um hábito que muitos fazem questão me não utilizar. Acreditam-se donos do saber e da verdade e não permitem qualquer questionamento ou visão que não seja a que estabeleceram como usual e válida.

Bem, mas não sou assim. Sinta-se a vontade em pensar diferente, afinal, tudo é uma questão de hábito!

By Flávia Flor (Assaife)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s