1

“Poetar a Vida” um poema de Flávia Flor (Assaife)

(Fonte:visionwidget.com)

A vida é feita de caminhos.
Passagens trilhadas pelo destino.
Sentidas como poesias em andamentos,
Ou como versos condutos em trajetos.

As alegrias deveriam ser longas, profundas e duradouras vias…
As tristezas, pequenas ruelas, estreitas entradas.
O amor, grandes avenidas de prazeres floridas,
A dor, ruas declinadas, totalmente proibidas!

A fome como nau perdida,
Naufragada em mares tortuosos!
A violência quebrada em ondas na areia!

As amizades em estrofes declamadas,
Presentes, sempre vivas…trazidas e levadas pela brisa…
Emoldurando no coração sonetos de emoção!

O ritmo, a métrica e as sílabas poéticas
Seriam sempre compostas em concordâncias vividas…
Poetrix de momentos sentidos…
Coroados, explícitos, simplesmente descritos!

Desilusões deveriam sofrer intervenções,
através de aforismos e profundas meditações!
Propiciando o interpretar em viver
Único a cada ser!

A espiritualidade que cada um escolher
Florescendo em si, refletindo-se no sentido de viver
transfigurando o padecer em cruzamento percorrido
como um conto escrito que poderá ou não ser lido!

A crônica que vai sendo delineada
Conforme o lápis na estrada
Resume-se a poetar a vida
Ou será a vida poetada?

by Flávia Flor

One thought on ““Poetar a Vida” um poema de Flávia Flor (Assaife)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s