1

“Caminhada” de Fábio Almeida

Os caminhos que percorremos em busca de felicidade, como na maioria dos caminhos, tem as suas pedras (obstáculos), que nos fazem abrandarem á procura de soluções… E que fazemos nós com as pedras? A maioria depois do desespero da busca de resolução, joga as pedras fora com símbolo de vingança. Em todo o caminho que percorri até hoje, guardei cada pedra no meu bolso, e juntamente com todas aquelas que certamente irei encontrar no resto da minha caminhada construirei pontes sobre rios… Ninguém pode construir por ti as pontes que precisarás para atravessar o rio da vida – ninguém, excepto tu, só tu.

Existem, por certo, inúmeros atalhos que se oferecerão para levar-te ao outro lado do rio; mas isso te custará o teu próprio ser….

Nesta vida existe um único caminho por onde só tu podes passar.

Onde te leva? Não perguntes, segue-o!

(Texto dedicado a Tatiana)

(Fonte da Imagem:http://www.thefunkeye.com/index.php?showimage=39)

By Fábio Almeida

One thought on ““Caminhada” de Fábio Almeida

  1. Li e gostei muito desta filosofia de vida ,é preciso muita paciênçia pra conseguir guardar as pedras e não as jogar logo fora…só o tempo nos ensina a tirar partido das situações menos agradáveis!
    Uma coisa temos de saber fazer durante a nossa caminhada…tem de se tirar sempre uma lição daquilo que correu mal ,pra não voltar a cometer os mesmos erros!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s