1

Once In lifetime – 9º Capítulo

Diante da imagem do avião completamente desfeito, Vincent verificando a expressão de repreensão que Serena  fez, deu-lhe a mão, entrelaçando-a com a dele e olho-a nos olhos em sinal de força.

Remexendo por entre os escombros do avião, Vincent e Serena já começavam a desesperar por não encontrarem nada que fizesse avisar alguém para os vir socorrer.

Por fim Vincent encontrou no fundo de todos os destroços o comunicador do avião completamente desfeito. Como em tempos tinha recebido aulas de comunicação, repentinamente ocorreu-lhe que talvez pudesse utilizar o código de Morse, unindo os fios que se encontravam partidos, através da sua fricção.

Serena reparando que Vincent já se encontrava há algum tempo de cócoras, mexendo num pedaço de alguma componente do avião, decidiu aproximar-se.

–    Que estás a fazer? – questionou ela.

–    Estou a tentar, através da fricção dos fios que estão partidos, comunicar pelo código de Morse, para a base. E depois só nos resta esperar.

–    Mas será que vai dar certo?

–   Temos de acreditar Serena. Ora mais três pequenas fricções e a tentativa de pedir ajuda está terminada.

Vincent levantou-se e os dois ficaram parados, olhando para o comunicador, desejando que a ideia desse certo.

Serena voltou a si, e dirigiu-se até junto a uma árvore sentando-se com as costas apoiadas no tronco. Vincent reparando na distanciação dela, acabou por se juntar a ela.

–    Está tudo bem? – questionou ele.

–    Não Vincent nada está bem.

–    Queres falar sobre isso?

–    Vincent… – indagou ela. Se isto tudo der como o previsto, em breve nos vamos separar.

–    Não penses nisso agora, vê antes o facto de estarmos juntos neste momento.

Levantando-se novamente e irritada consigo própria, Serena gritou enquanto não conseguia conter as lágrimas.

–    Não consigo Vincent!

E colocou-se de costas para Vincent deixando fluir lágrimas que cada vez se tornaram mais abundantes. Observando o estado em que Serena se encontrava decidiu igualmente levantar-se, e surpreendeu-a por detrás, pousando o queixo no ombro dela e os seus braços rapidamente se  cruzaram em volta da sua barriga. Serena continuava a chorar, e Vincent começou embalá-la nos seus braços enquanto cantava a música “Collide de Howie Day ” baixinho perto do ouvido dela.

Serena  fechou os seus olhos, aconchegou-se nos braços de Vincent e colocou os seus braços por de cima dos dele, e começou a cantar simultaneamente a música com Vincent, ainda com a voz a falhar. E cada vez mais o seu corpo foi cedendo ao embalar de Vincent.

Reparando nas circunstâncias em que se encontravam, os dois soltaram uma gargalhada, e Serena colocou-se de frente para Vincent e beijou-o mais que uma vez agradecendo por fim tudo o que de bom ele lhe tinha proporcionado nos últimos dias.

by atomicbomb

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s